Programa Espiritualidade com Simplicidade

Avalie este item
(0 votos)
Carlos de Oliveira Carlos de Oliveira

Programa Espiritualidade com Simplicidade

Por Carlos de Oliveira Publicado Novembro 08, 2017

O programa Espiritualidade com Simplicidade, que vai ao ar pela Rádio Transcendental, toda quarta, às 18 horas, tem apresentação do Terapeuta Carlos de Oliveira.
O programa tem o objetivo de trazer a luz da Espiritualidade Universal, através de linguagem simples e direta, rompendo as barreiras do misticismo, falsa luz, crenças limitantes, através da orientação da mudança verdadeira de paradigmas, onde o objetivo é Despertar a Consciência, porém com Consciência do que é Despertar.
Este objetivo é alcançado com explicações do modus operandi espiritual, em nível universal e cósmico, desde os princípios da materialidade suportando a vida e a consciência, até o conhecimento das diversas manifestações de vida no universo e a interação com o Todo.
Para tanto falaremos de Espiritualidade Universal, Física Quântica, Ufologia, Poder da Mente, Conscienciologia, Projeciologia, Energia, Bioenergia, Mestres Espirituais, Historia Planetária, Projetos Planetários, Reencarnação, Karma, Matrix, Despertar, Ascensão, dentre todos os temas possíveis e imagináveis para aportar na evolução desta humanidade para se tornar um ser cósmico de luz.

Ler 44 vezes Última modificação em Quarta, 08 Novembro 2017 19:11

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Quem somos

  • Arte, informação e cultura, com um jornalismo sempre pautado sob a ótica de um mundo melhor, através da transcendentalidade dos seres, respeito à mãe terra e amor aos viajantes deste planeta azul.

    Rádio Transcendental - Uma Onda de Bons Fluidos no Ar! A Mais Holística das Rádios!

Entre em contato

Cotia, SP Brasil
(11) 4616-8281
Mobile: (11) 960-480882
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
www.radiotranscendental.com.br

Pensamento da semana

  • Aqueles que dançam são considerados insanos por aqueles que não podem ouvir a música.